22/07/2014

FANFIC: Desejo de Vingança!

PRÓLOGO / CAP. 01 / CAP. 02 / CAP. 03 / CAP. 04 / CAP. 05 / CAP. 06 /CAP. 07 / CAP. 08 / CAP. 09 / CAP. 10 / CAP. 11 / CAP. 12 / CAP. 13 / CAP. 14


Capítulo 15: Escândalo

KRISTEN:

Quando li a carta que meu irmão tinha feito para mim, tudo ficou claro, como eu não pensei nisso antes? As palavras de Edward rodavam em minha mente “eu pensei que fosse melhor não lhe mostrar isso antes, porque não deve ser fácil descobrir que a sua mão biológica matou sua família”. Corri ao quarto do meu irmão e parei bruscamente a porta, faltou coragem para dar o próximo passo.

EMMETT:

- Sua irmã não deveria ter ido procurar a Rosalie. – Gritei quando James contou que há duas semanas a irmã estava desaparecida. – Como o seu pai ainda não se deu conta que ela desapareceu?

- Ele acha que ela está viajando para Paris.

Peguei o carro e fui parar na casa do meu irmão, ele estava tomando aquele maldito uísque totalmente despreocupado.

- Você sabe onde está a Alice uma hora dessas, Andrew?

- Deve está em Paris gastando o meu dinheiro. – Ironizou.

- Não. Ela está com a Rosalie.

Ele ficou parado analisando a situação, então fiz James repetir a ele tudo que havia me contado.

KRISTEN:

Li novamente a carta e a raiva invadiu cada por todo o meu corpo.

Kris, eu conheci a mamãe, não a Esme, mas a nossa mãe biológica, há alguns dias. Ela veio me procurar e me contou tudo o que aconteceu, mas acho que ela lhe conhece muito bem, pois pediu que eu ajudasse a amolecer o seu coração. Mana ela não teve escolha, ela quer lhe encontrar, e eu resolvi lhe entregar essa carta, pois sabia que se eu tentasse fala com você, não iria ouvir nenhuma parte de tudo que tenho a lhe contar. Todos merecem uma segunda chance mana, e a Rosalie, a nossa mãe também merece. Pense nisso.

Jacob Stewart Watson.

Maps To The Stars e Still Alice no Toronto International Film Festival 2014


Maps To The Stars
Apresentação de Gala 
 Maps To The Stars de David Cronenberg, Canadá/Alemanha Estreia EUA
David Cronenberg forjar tanto uma sátira social perversa e uma história de fantasmas muitohumana da cultura obcecada pela celebridade de hoje. Estrelado por Julianne Moore, MiaWasikowska, Olivia Williams, Sarah Gadon, John Cusack e Robert Pattinson.

Still Alice
Still Oficial de Julianne Moore como Alice
Apresentações Especiais
Still Alice, Richard Glatzer & Wash Westmoreland, Estreia Mundial EUA
Alice Howland, bem casada com três filhos adultos, é uma renomada professora de Linguística que começa a esquecer as palavras. Quando recebe um diagnóstico devastador, Alice e sua família encontram seus laços testados. Alice luta para permanecer conectada comqueela era antes, é assustador, comovente e inspirador. Com o desempenho de KristenStewart, Alec Baldwin, Kate Bosworth e Julianne Moore.

Toronto International Film Festival vai de 4 à 14 de setembro.

Site OficialTIFF14

Nota: O calendário estará pronto um mês antes do Festival.


YahooUK: Sou muito ligado em hip-hop e realmente gosto das músicas de Chris Brown

Q & A: Robert Pattinson em escapar Expectativas Twi-rígidos e evitando os paparazzi

Os filme de Crepúsculo eram claramente uma enorme bênção para Robert Pattinson, mas também uma maldição: Aos vinte e oito anos o britânico vem trabalhando muito para sair da antiga imagem, ele tem estado em torno de filmes indies como "Cosmópolis" de David Cronenberg e estará em The Rover, dirigida pelo diretor de Animal Kingdom, o cineasta David Michôd. O filme, por vezes brutalmente violento, apresenta Pattinson como um "imbecil" quase morto, que se junta a um vingativo Guy Pearce em uma viagem através do interior da Austrália. Com muito sinceridade Pattinson falou conosco sobre a obtenção do seu "papel sujo", sua estratégia para manter os fotógrafos longe.

Vamos falar sobre o seu look no filme. As pessoas têm comentado sobre a "mudança"para o papel.
Algo estranho eram os dentes. Eu pensei que todo mundo ia perceber seus dentes f**. Então eu acabei fazendo os dentes f** [risos]. Mas eu meio que gostei da ideia, porque eu fui para a escola com pessoas que não escovam os dentes quando eram crianças, e eles sempre acabaram sendo esquisitos.

O que você fez para obter os dentes desagradáveis?
Era como pintura, e sempre que havia uma longa cena, os dentes ficavam brancos no final, o que acabou se tornando um incômodo enorme. Mas ainda era legal. Era tão estranho olhar para você mesmo [no espelho] e há essa coisa estranha saindo de seu rosto.

Nova foto BTS de Kristen do vídeo "Just one of the Guys"

Pequena entrevista com Robert na revista VSD (França)


O ex-vampiro da saga Crepúsculo foi uma das estrelas em Cannes, onde apresentou TheRover, um filme radical de estrada.

"Estou começando a gostar.Lá fora, um grande vento varre La Croisette. Mas desta vez,Robert Pattinson não é o responsável. São explosões reais de ventos que estão tentando destruir a tenda de campanha que foi criada no terraço do Palais des Festivals. O atordesencadeia um tornado durante a noite enquanto ele subia as escadas para o screening da meia-noite de The Rover. Desde a seleção de Cosmopolis no ano passado [em 2012], Pattinson se sente em casa em Cannes "Quando eu vi as reações ao filme, eu pensei que eu estava no caminho certoComecei a ser reconhecido como um ator de verdade, não como o galã de Crepúsculo mais." 

No entanto, não vamos ver The Rover como uma desculpa para alcançá-lo. O filme do diretor australiano David Michôd, conhecido por Animal Kingdom, deve permanecer como um dos filmes estranhos e marcantes deste ano. Descobrimos uma Austrália sobrecarregada por um apocalipse econômicoum cara (Guy Pearce que é incrívelcom raiva pelo roubo detudo o que tinhaseu carro. A busca para recuperá-lo torna-se uma obsessão. E os cadáveresvão sendo adicionados. Pensamos muito em Mad Max, outro delírio australiano pós-apocalíptico e estamos admiradodiante do radicalismo do projeto. (Algumas palavras, mas um monte de condução). O niilismo ao que Pattinson, com dentes podrescontribuiEm breve nós o encontraremos com outro diretor louco, Werner Herzog "Eu nunca negarei a era de Crepúsculo. Eu amo o cinemaAtualmente estou comprando toneladas e toneladas deDVDsa fim de melhorar a minha cultura cinematográficaDiante de Herzog, eu mecomportei como um fã. Eu ainda tenho muito a aprender. " 



FANFIC: Desejo de Vingança!!

PRÓLOGO / CAP. 01 / CAP. 02 / CAP. 03 / CAP. 04 / CAP. 05 / CAP. 06 /CAP. 07 / CAP. 08 / CAP. 09 / CAP. 10 / CAP. 11 / CAP. 12 / CAP. 13


Capítulo 14: Dominação

KRISTEN:

Edward aparecer aqui não fazia parte dos meus planos, pensei que ele já estivesse me deixado em paz, mas pelo visto ele gostava de sofrer. Só que para brincar comigo tem que ter coragem, eu ia testar isso.

- Você não vai embora também? – Perguntei depois que Emma havia saído. Daniel tinha saído pelos fundos, não poderíamos por o nosso plano em risco por causa do intrometido do Cullen.


- Precisamos conversar. – Falou sentando-se no sofá.

- Desde quando é tão folgado assim Cullen? – Falei cruzando os braços.

- Desde que meu trabalho é proteger você.

- Edward Cullen, quando vai se tocar de que eu não preciso da sua proteção? – O encarei. – Saia da minha casa. Estou esperando uma visita.

Subi as escadas e Edward me alcançou já no meu quarto, como sempre não bateu na porta e me pegou apenas de calcinha e sutiã.

- Desculpa. – Disse olhando cada parte do meu corpo.

- Não. Você não parece arrependido de invadir o meu quarto e me pegar assim. – olhei para o meu corpo, que modéstia parte estava um arraso, como o treinamento tinha me ajudado a mantê-lo em forma.

- Eu...é... – Sério que ele estava gaguejando por me ver só com peças íntimas? Ri e me aproximei dele impedindo que ele saísse.

- Vou te ensinar a bater na porta da próxima vez. – O segurei pela gravata e o joguei na cama, subi em cima dele sem que tivesse chances de reagir.

Theartsguild: A química de Pearce e Pattinson em The Rover é simplesmente eletrizante


Dirigido por David Michôd
Escritor: David Michôd, Joel Edgerton
Elenco: Guy Pearce, Robert Pattinson, Scoot McNairy
Duração: 102 min
Avaliação: R

10 anos após um colapso econômico devastador na Austrália, a terra entrou em colapso; as estradas estão vazias e silenciosas. Quando um viajante solitário, Eric (Guy Pearce) descobre que seu carro foi roubado, ele fica determinado a fazer de tudo para recuperá-lo. Ao longo do caminho ele conhece Rey (Robert Pattinson), um rapaz aparentemente fraco, que será fundamental para garantir o sucesso de sua viagem. Juntos, eles irão tomar medidas para encontrar o carro de Eric, enquanto desenvolve uma camaradagem estranha em um mundo que se tem aprendido a desconfiar e afastar todos os que, possivelmente, colocam em risco a sua própria segurança.

A química entre Guy Pearce e Robert Pattinson é apenas elétrica, é uma mistura que eu nunca pensei. A relação entre Eric e Rey acionam totalmente o espectador, e é isso que me interessou e me intriga ao longo do filme. Pattinson realmente mantém a sua própria ação contra um feroz Eric (Guy Pearce) e fiquei agradavelmente surpreso ao ver que seu talento continua quebrando a imagem do ídolo teen da Saga Crepúsculo, que inevitavelmente, foi construída em torno dele. Eu gosto de pensar em The Rover como uma alternativa mais sofisticada e avançar para 22 Jump Street nesta temporada, se você está ansioso para explorar as emoções dos dois homens em uma missão. O resto do elenco faz um bom trabalho de fornecer a paisagem árida, com um ambiente hostil e misterioso que é perfeito para a relação entre a fase dois homens principais.

Acho que muitos vão argumentar que The Rover fica mais fraco pela sua falta de conclusão e explicação, o que frustra completamente o público, e longe do sentimento de satisfação que a maioria dos espectadores procuram quando vão ao cinema. No entanto, estou convencido de que a magia deste filme não se reside na sua conclusão, mas sim na cuidadosamente elaborada tensão que cada indivíduo carrega dentro de si ao longo de todo o filme. Não questione o que vai acontecer uma vez que o personagem encontra seu carro, pergunte-se por que ele tem tanta convicção em recuperar o carro. Se alguém está aberto para a recepção do filme com uma mente aberta e disposição para oferecer as suas próprias hipóteses sobre as intenções dos personagens, então será totalmente gratificante. Se longas viagens com pouco diálogo não são sua coisa, no entanto, você pode querer ignorar este filme.

A falta de conclusão sobre o roteiro de The Rover parecia praticamente impecável. No diálogo desnecessário, e com isso, há um conflito desnecessário criado pelo diálogo. As ações são nítidas, inesperadas e fascinantes. Musicalmente o filme também é excelente, com uma trilha sonora lenta, mas muito nervosa que define perfeitamente o humor de Eric e a jornada solitária de Rey. No geral, o filme fica formalmente, já que apesar de estar completamente cheio de casos muito violentos tudo parece coerente na história.

Eu sou certamente um grande fã de filmes longos com chutes de longa distância e longas pausas entre o diálogo. Com The Rover achei que vale a pena o jeito que o filme estava indo, e eu estou muito animado que este filme vai sair no verão, uma decisão de forma perigosa, uma vez que definitivamente não é um filme de verão, mas é uma alternativa refrescante para aqueles de nós que preferem um começo mais enfraquecido em uma temporada cheia de explosões e super-heróis.
DIREÇÃO ​​9 
PERFORMANCES  9 
ROTEIRISTA 9 
CINEMATOGRAFIA 10 
MÚSICA 10 


Moviemezzanine: Os melhores filmes de 2014, até agora (The Rover mencionado)

The-Rover-David-Michod-trailer-Bande-annonce-critique-review-Robert-Pattinson-Guy-Pearce

A metade de um ano já passou por nós, o que marca uma boa oportunidade para fazer um balanço do que é oferecido cinematograficamente até agora. Liberação de uma lista dos "melhores do meio ano" pode parecer clichê, e talvez seja, mas não é mais do que qualquer outro tipo de lista. Além disso, esta é uma boa oportunidade para acompanhar os filmes que poderíamos esquecer quando chegar a hora de rever nossos favoritos no final do ano. E o mais importante, é um lembrete para todos que não são um crítico e que deve manter um olho aberto, uma vez que muitos desses filmes agora estão atingindo a mídia e/ou serviços de distribuição de filmes, e são, portanto, mais facilmente disponíveis. Se algum destes filmes inicialmente passou por você, então nós sinceramente incentivamos a procurá-los.

20) The Rover 
Acha que o ocidente está morto? Pense novamente. Após os fracassos do ano passado com The Lone Ranger e A Million Ways to Die, no Ocidente, o diretor australiano David Michôd mostrou aos cineastas americanos deste verão como ele faz. O transplante do mundo antiquado de armas, bares e bordéis para um futuro distópico, Michôd dobrou-se na frieza de seu filme, Animal Kingdom e criou uma violenta obra naturalista. Guy Pearce estrela como, um solitário grisalho estoico que se junta a um jovem mentalmente deficiente (Robert Pattinson) para rastrear os três ladrões que roubaram seu carro. O destino não importa; é a viagem que conta, e Michôd revela a paisagem moral do filme lentamente, graças a duas performances dinâmicas de seus potenciais atores. Pearce é geralmente discreto, revelando a humanidade de seu personagem tão imperceptível que dificilmente notará, enquanto a representação de doença mental de Pattinson é ampla e muitas vezes se contorce de indução. De qualquer forma, o impacto é o mesmo, e isso reforça temas sombrios do filme: Em meio ao interior desolado, toda a inocência deve ser enterrada. - Noah Gittell.



Via

20/07/2014

FANFIC: Desejo de Vingança!!

PRÓLOGO / CAP. 01 / CAP. 02 / CAP. 03 / CAP. 04 / CAP. 05 / CAP. 06 /CAP. 07 / CAP. 08 / CAP. 09 / CAP. 10 / CAP. 11 / CAP. 12


Capítulo 13: Amizade Duvidosa

EMMA:

O endereço que Isabella me mandou por mensagem me levou a uma casa muito bonita em um bairro nobre da cidade. A vizinhança era muito pacata, poucos carros circulavam por ali, o que me ajudou saber se alguém estava me seguindo, não notei ninguém, mas quem suspeitaria que algo estiva acontecendo logo ali? 

E que eu, a candidata ao senado estaria indo me encontrar como uma falsificadora? Acho que ninguém, nem meus maiores inimigos políticos.

- Emma entre. – Disse Isabella sorrindo, a casa estava muito escura, estranhei. Será que tinha me enganado com ela? – Não precisa ter medo, tem alguém aqui que faria qualquer coisa por você se eu não tivesse boas intenções. – Comentou e eu procurei a outra pessoa, me surpreendia ao ver Daniel de pé ali no meio da sala.

- O que é isso? – Perguntei com uma pontada de ciúmes.

- Calma Emma, Daniel é um grande amigo meu. Imagina o quanto fiquei surpresa ao ver que era ele com você naquele vídeo? – Isabella ria como se tivesse contado uma piada, mas eu e Dan estávamos muito tensos para rir da situação.

- O que você quer Isabella?

- Sem chantagens Emma. Eu sei como você resolve os seus problemas. – Abaixei o rosto sem ter coragem de encarar Daniel, que me olhou surpreso, e claro, imaginando muitas coisas que infelizmente são verdade, mas que eu não consigo admitir para ele que tivesse coragem de fazer.

Sintonia Robsten::::::::::::::: Única!

Novo Portrait de Rob por Jana Cruder durante promo de The Rover em LA

Scan: Entrevista de Rob + nova foto com TV Movie (Alemanha) - LQ

 

Citações
 "Eu acredito na positividade em humanos e é claro que eu gostaria de ter filhos" - Rob, 

"Eu ter filmado com [diretores] como David Cronenberg e Herzog agora,  isso é algo que eu sonhei quando eu tinha 16 anos de idade" - Rob

"Eu tento aumentar novos desafios e seria excelente se as pessoas apreciam o meu trabalho"- Rob

"Você não pode agradar a todos e prever o que o público e os críticos realmente deseja" - Rob 


FANFIC: Desejo de Vingança!!

PRÓLOGO / CAP. 01 / CAP. 02 / CAP. 03 / CAP. 04 / CAP. 05 / CAP. 06 /CAP. 07 / CAP. 08 / CAP. 09 / CAP. 10 / CAP. 11



Capítulo 12: Passado

EMMETT:

- Você está acabando com sua vida por uma vingança?

Não conseguia imaginar que alguém com um futuro todo pela frente deixaria isso de lado para entrar em um caminho sem volta. Ela tinha uma escolha. Ela poderia ser melhor.

- Eu não tenho mais vida Emmert. – Ela puxou o braço e eu a prendi contra a parede para evitar que fugisse.

- Você tem escolha Isabella. Você não precisa fazer nada disso. Volte para casa e abrace a sua família, por pior que ela seja, é sempre melhor do que isso aqui.

Isabella olhou para baixo e vi uma lágrima rolar por seu rosto quando o levantei. O que ela escondia? Porque estava sofrendo? Eu a abracei apertado e senti que ela retribuiu mesmo lutando para que eu não percebesse.

- Eu deveria ter uma filha da sua idade. – Falei e nem sei o porque de está comentando aquilo. Nunca conversei com ninguém sobre a minha filha, que nem cheguei a conhecer, que nem nasceu.

Isabella e eu estávamos sentados na varanda da casa, bebendo vinho, ela não gostava de cerveja assim como eu. Achei aquilo engraçado, tínhamos muita coisa em comum.

- Eu perdi a minha família. Ela foi tirada de mim. – Tinha ódio, raiva e muito rancor em suas palavras. Seus olhos escureceram.

- Me conta sobre a sua família.

- Conto se você me falar sobre a sua história.

Alessandra Mastronardi descreve Robert como "Difícil de se conviver"


Entre Robert Pattinson e Pierfrancesco Favino? Alessandra Mastronardi não tem dúvida, escolheria o segundo. A ex-estrela de I Cesaroni compartilha o set com a estrela britânico no filme 'Lfe' e, na medida em que o conhece, vê que tem talento, beleza e habilidade, e ele não foi corrompido. "Pattinson é um verdadeiro profissional e é muito bom, nada a dizer", disse ela em uma entrevista e em seguida, acrescentou: "Foi difícil conviver com ele, que muito é muito tímido e isolado"

*vale lembrar, que esse texto originalmente é italiano, que foi passado para inglês e consequentemente para português, fizemos o possível para não tirar o sentido do texto.




19/07/2014

FANFIC: Desejo de Vingança!!

 PRÓLOGO / CAP. 01 / CAP. 02 / CAP. 03 / CAP. 04 / CAP. 05 / CAP. 06 /CAP. 07 / CAP. 08 / CAP. 09 / CAP. 10




Capítulo 11: Te fez parar aqui?

ANDREW MORINEAU:

Meu plano estava saindo exatamente como eu havia planejado, já fazia três semanas que Isabella estava treinando com o meu irmão, e pelo que ele havia dito logo ela estaria pronta para a missão que tenho para ela.

- Senhor, o Jasper já está aqui. – Falou Marcelo e eu mandei que Jasper entrasse.

- Senhor, Morineau. – Jasper falou como se pedisse permissão para entrar, então indiquei uma das cadeiras a minha frente.

- Jasper, quero que você marque o encontro Rosalie Watson.

- Mas senhor, ela não aceitará ter um encontro com o senhor.

Jasper estava certo, Rosalie nunca aceitaria se encontrar comigo, mesmo que fosse por um negócio lucrativo. Nossas contas eram muito altas para permitir que compartilhássemos o mesmo ambiente.

- Eu sei, mas não será comigo que ela irá se encontrar. - Contei a Jasper o que ele iria fazer e esperei notícias se meu plano estava indo bem.

ALICE:

Mesmo que Kristen tivesse ido embora, eu tinha que encontrar uma forma de não permitir que ela retornasse a minha casa, a minha vida e a minha família. Ela sempre me infernizou e não adiantava o que meu pai dissesse, eu nunca a veria como minha irmã. James estava desiludido, achava que acontecia algo entre Kristen e o nosso pai, mas eu acho que não. Era muito pior que isso, ela estava dominando toda a minha família, ocupando um lugar que pertencia a mim e a James.

Visualizações